Iguatemi, Sbado, 23 de Maro de 2019

Reinaldo Azambuja coloca delegados em 28 delegacias que estavam sem efetivo em MS

0

 

Preocupado com a segurança pública em Mato Grosso do Sul, a gestão de Reinaldo Azambuja (PSDB), candidato à reeleição neste ano, colocou 28 delegados em unidades da Polícia Civil que estavam sem o efetivo desde o mandato anterior.

A função do delegado é investigar e reprimir a criminalidade, além de lidar com o atendimento ao público que procura a delegacia. As cidades que receberam autoridade policial para o exercício da respectiva função foram: Corguinho, Jaraguari, Bodoquena, Dois Irmãos do Buriti, Alcinópolis, Figueirão, Pedro Gomes, Rio Negro, Juti, Laguna Carapã, Jateí, Vicentina, Caracol, Porto Murtinho, Eldorado, itaquiraí, Japorã, Anaurilândia, Novo Horizonte do Sul, Santa Rita do Pardo, Taquarussu, Paraíso das Águas, Antônio João, Aral Moreira, Coronel Sapucaia, Paranhos, Sete Quedas e Tacuru.

Ainda no Governo de Reinaldo, foram nomeados 72 delegados, sendo 30 deles designados para a faixa de fronteira com a Bolívia e Paraguai – grandes produtores de cocaína e maconha que abastecem traficantes no lado brasileiro. O objetivo foi reforçar a segurança na região sul-mato-grossense.

“A presença de um delegado no município tem impacto na referência de justiça da população. Só a prevenção por si só não consegue inibir o crime. A gente só consegue formalizar os atos da polícia judiciária com a presença do delegado. Nas cidades que não possuem delegados é necessário que a Polícia Militar se desloque para o município vizinho”, enfatiza Reinaldo.

Fonte: Folha do Conesul

Ao todo, o Governo de MS nomeou 72 delegados, sendo 30 deles designados para a faixa de fronteira.

Ao todo, o Governo de MS nomeou 72 delegados, sendo 30 deles designados para a faixa de fronteira.

Share.

About Author

Leave A Reply