Iguatemi, Quinta Feira, 03 de Dezembro de 2020

Toque de recolher às 23h ‘não tem impacto nenhum’; Saúde recomenda 20h para todo o MS

0

 

Secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende informou nesta terça-feira (7) que recomenda que os 79 municípios de Mato Grosso do Sul adotem toque de recolher às 20h. “Um toque de recolher às 23h não tem impacto nenhum. Estamos com as UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) com mesma lotação de antes da pandemia, ou seja, as pessoas estão circulando normalmente pelas ruas”.

Os politraumatizados, ou seja, pessoas que sofreram acidentes de trânsito, estão ocupando leitos de UTI que deveriam ser usados por doentes pelo novo coronavírus em época de pandemia. No entanto, com aumento da circulação, pessoas machucadas em acidentes estão ocupando os leitos e preocupam a secretaria.

“Precisamos de medidas restritivas em Campo Grande. Não só aqui, mas no interior. O que verificamos é que essa volta à normalidade que muitos estão fazendo, não respeitando o decreto dos prefeitos, as taxas de isolamento estão crescendo. O que nós temos atualmente é uma taxa de ocupação de leitos de UTI similar a de antes da pandemia”.

Durante o início da pandemia, quando foi feito maior isolamento social no Estado, esses leitos chegaram a ficar com 80% a menos de ocupação. “Com os dados do Prosseguir, vamos solicitar aos 79 municípios desde Alcinópolis no norte a Japorã, no sul, passando por Campo Grande, que adotem medidas mais restritivas”.

Para Resende, a população ainda trata a pandemia com desdém, apesar da taxa de ocupação de leitos da macrorregião de Campo Grande atingir 77% nesta terça. “Isso tem um custo muito alto, não só de vidas, mas porque teremos que adotar medidas muito mais duras que as que deveriam ser tomadas neste momento”, completou.

Covid-19

MS chega a 128 mortes por coronavírus nesta terça e 10.687 casos confirmados da doença. Em 24h, foram mais seis mortes registradas no Estado.

Com informações do Midiamax

 

Share.

About Author

Leave A Reply