Iguatemi, Tera Feira, 11 de Dezembro de 2018

PM que matou comerciante e depois cometeu suicídio também teria atirado contra policiais

0

 

O comerciante Flávio Fernandes de 38 anos, foi morto com pelo menos seis tiros após uma discussão com o cabo da Polícia Militar identificado como Ezequiel Ferreira, que cometeu suicídio logo após o assassinato. Os tiros atingiram olho direito, nuca, ombro, abdômen, virilha e região lombar da vítima.

Conforme informações do site Ivinotícias, os disparos foram feitos após discussão em uma casa de carnes que fica no bairro Guiray, em Ivinhema, a 288 quilômetros de Campo Grande. A Polícia Militar havia sido chamada para atender uma briga no local.

Quando os policiais chegaram, Ezequiel, que é lotado em Novo Horizonte do Sul, começou a atirar no comerciante e nos próprios companheiros de farda, conforme informações do Ivinotícias. Enquanto Flávio era atendido pela polícia e também pela guarnição do corpo de bombeiros, Ezequiel fugiu.

Logo depois, o Corpo de Bombeiros recebeu uma chamada informando que o policial militar teria cometido suicídio em uma rua próxima a Escola Sidney Carlos da Costa. Ele foi encontrado caído no chão ao lado do seu carro. Ainda não há informações sobre o que teria motivado a discussão, a suspeita é de que teria sido por causa de espetinho, porém o caso ainda está sendo investigado.

Fonte: Midiamax

policial-suicidio-ivinhema-jpeg-640x430

Share.

About Author

Leave A Reply